Os jesuítas paulistanos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Os jesuítas paulistanos

Edison Veiga

21 Maio 2014 | 00h43

FOTO: TIAGO QUEIROZ/ ESTADÃO

A Companhia de Jesus é a mais antiga instituição europeia a chegar à área que se tornaria São Paulo – em 1553, o primeiro grupo de jesuítas veio ao Planalto de Piratininga para, no ano seguinte, fundar a cidade. A maior ordem da Igreja Católica, com cerca de 18 mil integrantes no mundo, conta com 68 religiosos hoje em São Paulo.

Por aqui, sua história está presente em quatro igrejas – a do Pátio do Colégio, as paróquias São Luís Gonzaga e São Gonçalo, e a capela de São Miguel Paulista –, três instituições de ensino – os colégios São Luís e São Francisco Xavier e a Fundação Educacional Inaciana – e a editora de livros Loyola.

Para quem quiser se aprofundar no passado e no presente da ordem religiosa, está em cartaz, até o dia 24, a exposição ‘Jesuítas: Paixão e Glória’. Colégio São Luís. R. Haddock Lobo, 400, 3138-9600. 2ª a 6ª, 10h/14h; 17h/20h. Grátis.

Publicado originalmente na edição impressa do Estadão, coluna ‘Paulistices’, dia 16 de maio de 2014

Tem Twitter? Siga o blog