Olhar moderno
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Olhar moderno

OLHA SÓ...

Edison Veiga

04 Janeiro 2017 | 08h52

Foto: Vitor Damiani/ Divulgação

Foto: Vitor Damiani/ Divulgação

Uma dúzia de esculturas estava na solidão durante a Semana de Arte Moderna, realizada em fevereiro de 1922, no Teatro Municipal de São Paulo. Não, não estavam esquecidas. Muito pelo contrário, chamavam a atenção e recebiam merecido destaque.

Estavam ‘solitárias’ porque foram expostas sem autor. Victor Brecheret (1894-1955), o ítalo-brasileiro que as havia esculpido, amigo de quase todos os organizadores e participantes do evento, estava passando uma temporada de estudos em Paris, aprimorando sua técnica. Foi um participante remoto.

‘Sóror Dolorosa’ (na foto acima), de 1921, é uma das peças expostas durante o evento modernista. Hoje, ela pertence ao acervo da Casa Guilherme de Almeida, que fica em Perdizes (R. Macapá, 187, 3673-1883).