O fusca do doutor
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O fusca do doutor

Carro foi presente para o então aluno de medicina

Edison Veiga

02 Abril 2015 | 16h29

Foto: Sergio Castro/ Estadão

Foto: Sergio Castro/ Estadão


_____________________
Paulistices no Facebook: curta!
E também no Twitter: siga!
_____________________

Era 9 de julho de 1970 e a Volkswagen chamou autoridades para uma cerimônia especial: a fabricação de seu milionésimo carro aqui no Brasil – um belo Fusca verde. Quem se daria bem com a história era o então estudante do sexto ano de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), Uenis Tannuri.

Considerado o melhor aluno da faculdade naquele ano, acabou ganhando o veículo de presente. “Tinha sido convidado para a solenidade, mas não fazia ideia de que sairia de lá com o carro”, recorda-se o médico, hoje com 68 anos. “Botei um terninho e fui.”

Tannuri se tornou especialista em cirurgia pediátrica e em transplante hepático, além de professor titular da mesma USP. O Fusca segue com ele. “Não vendo por nada. É meu xodozinho e está muito bem conservado”, conta o médico, que também tem um Mercedes C280 ano 1998, utilizado mais frequentemente do que o veículo histórico. “Mas, às vezes, venho trabalhar com o Fusca. E, aos sábados, é sempre com ele que vou ao supermercado”, garante.