O dia a dia dos sem-teto de SP por meio do olhar das crianças e adolescentes
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O dia a dia dos sem-teto de SP por meio do olhar das crianças e adolescentes

A exposição vai até 1.º de março, de terça a domingo, das 9 às 19 horas, e é grátis

Edison Veiga

06 Dezembro 2014 | 18h13

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação


_____________________
Paulistices no Facebook: curta!
E também no Twitter: siga!
_____________________
O fotógrafo Luciano Spinelli foi sem-teto por três meses. Na verdade, ele queria conhecer a realidade das crianças e adolescentes, filhos de membros do Movimento Sem Teto São Paulo (MSTS) e ensiná-los a fotografar com uma câmera Polaroid.

“Vivi na ocupação do Cine Marrocos, entre outros locais do centro”, conta ele. “Passei a conhecê-los, interagindo com os participantes do movimento e também com os próprios prédios ocupados. Foi bacana fazer esse trabalho de foto participativa.” Sob o sugestivo nome Ocupa-São, o resultado prático dessa experiência, algumas das fotos produzidas pelos jovens integram mostra aberta hoje na Galeria da Caixa Econômica Federal.

No total, 15 crianças e adolescentes participaram do projeto. A instalação faz parte da exposição São Paulo Dentro e Fora, do fotógrafo Paulo Pampolin. A Caixa Cultural fica na Praça da Sé, 111. A exposição vai até 1.º de março, de terça a domingo, das 9 às 19 horas, e é grátis.