Gravando!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Gravando!

Fábricas de Cultura têm estúdio musical

Edison Veiga

18 Janeiro 2015 | 05h53

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação


_____________________
Paulistices no Facebook: curta!
E também no Twitter: siga!
_____________________

“Sou agente de saúde/ Sei que isso te incomoda/ Só ando de jaleco/ Mesmo assim estou na moda”. Eis o refrão do ‘Funk do Jaleco’, música composta por agentes de saúde do bairro do Jaçanã e gravada no estúdio da Fábrica de Cultura do bairro. Ao longo de 2014, todas as cinco unidades do programa – Brasilândia, Capão Redondo, Jaçanã, Jardim São Luís e Vila Nova Cachoeirinha – ganharam um espaço apropriado para gravações.

“Pensamos em fazer uma ponte entre os frequentadores das Fábricas e o mercado de trabalho. No mundo da economia criativa, um bom portfólio é essencial. Assim, os estúdios contribuem para a gravação do material dos músicos”, diz o idealizador do projeto, Kluk Neto.

De novembro até agora, cerca de cem pessoas já fizeram trabalhos nesses estúdios – que ainda operam em esquema de teste. A partir de fevereiro, o agendamento será aberto a todo o público. A estimativa é que sejam gravadas de duas a quatro faixas por semana em cada Fábrica (o processo dura em torno de quatro horas). Cada estúdio conta com dois técnicos para atender os músicos. E é tudo grátis.

Mais conteúdo sobre:

CulturaÉ grátisSão Paulo