Foi São Paulo que fez
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Foi São Paulo que fez

Edison Veiga

07 Junho 2013 | 17h21

O script você já conhece: correria nos shoppings neste fim de semana e filas em restaurantes (e motéis) na quarta (12). Tudo para agradar a cara-metade. E essa história começou bem aqui, em SP. O Dia dos Namorados foi inventado no Brasil em 1949. A ideia, do publicitário João Dória (1919-2000), foi uma sacada para promover a loja A Exposição Clipper, que funcionava no centro de São Paulo, e turbinar as vendas do então fraco mês de junho. A loja distribuiu presentes para centenas de casais, sob o slogan “não é só com beijos que se prova o amor”. Nascia uma tradição.

De lá para cá, não foram poucas as iniciativas para promover a data. Em 1992, o Iguatemi sorteou um automóvel, viagens para Maceió e bicicletas. Há 5 anos, o Metrô Tatuapé confinou namorados em dez carros por 16 dias. Os participantes só podiam sair duas vezes por dia, por 15 minutos. Quem aguentou até o fim, levou o veículo para casa.

Publicado originalmente na edição impressa do Estadão, coluna ‘Paulistices’, dia 7 de junho de 2013

Tem Twitter? Siga o blog