Prefeitura vai reformar 350 postes de iluminação de 1927
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Prefeitura vai reformar 350 postes de iluminação de 1927

Diego Zanchetta

23 Abril 2014 | 18h41

A Prefeitura de São Paulo contratou a empresa New Luz Indústria e Comércio para reformar os 350 postes de iluminação da Light instalados na região central a partir de 1927. Altos, feitos de estrutura de ferro e com um brasão de armas em homenagem à República na base, os postes são um dos poucos símbolos do período em que a capital paulista vivia a explosão de progresso e industrialização gerada pela riqueza do café.

A maior parte desses postes, porém, hoje está em péssimo estado de conservação. Com uma tampa na base que dá acesso a fiação, os furtos do sistema elétrico do poste são constantes. Alguns são transformados em cinzeiros e muitos deles (pelo menos 39) também estão sem os globos antigos. É comum ver em ruas como a Barão de Itapetininga postes que tiveram a base cimentada por comerciantes cansados de esperar a manutenção do governo.

A Prefeitura adquiriu 400 globos para fazer a reposição dos que foram roubados. A reforma dos postes vai custar cerca de R$ 121 mil, conforme esclareceu a assessoria da Prefeitura hoje pela manhã. Ontem, na publicação do encerramento da licitação no Diário Oficial da Cidade, por um erro saiu publicado que o contrato seria de R$ 28 milhões.

Os postes da Light começaram a ser construídos na cidade em 1927, após a companhia fechar um contrato com a prefeitura e com o governo do Estado para substituir a iluminação a gás em São Paulo.

Poste de 1927 na Rua Dr. Vieira de Carvalho, na região da Praça da República: reforma de R$ 27 milhões para recuperar equipamentos degradados

Em 1929, funcionário da Light instala iluminação na região da Praça da Sé: poste virou um dos símbolos do progresso da cidade no início do século 20

 

Mais conteúdo sobre:

LightPrefeitura SPLightPrefeitura SP