Haddad usa recursos de obras para reembolso da inspeção
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Haddad usa recursos de obras para reembolso da inspeção

Diego Zanchetta

17 Junho 2013 | 13h14

COM ADRIANA FERRAZ

O prefeito Fernando Haddad (PT) remanejou R$ 20,33 milhões que seriam investidos em obras na região da Operação Urbana Faria Lima, na zona sul, para fazer restituições de quem já pagou pela inspeção veicular e teve o veículo aprovado no teste. O decreto com a transferência de recursos foi publicado no sábado no Diário Oficial da Cidade.

Ao todo, o governo estima gastar R$ 180 milhões neste ano para acabar com a taxa da inspeção (R$ 47,44), uma das promessas de campanha do PT. A verba da Operação Faria Lima, arrecadada com a permissão para a construção de novos prédios na região que vai do Largo da Batata, em Pinheiros, até a Avenida Hélio Pelegrino, perto do Parque Ibirapuera, deveria ser revertida em obras para a região, como melhorias viárias e novas áreas verdes.

O remanejamento de recursos de operações urbanas para outros setores do governo só pode ser feito por meio de decretos e por razões excepcionais. A Operação Faria Lima tem hoje em caixa um total de R$ 563 milhões disponíveis.

Os motoristas de São Paulo já podem solicitar o reembolso da taxa de R$ 47,44 da inspeção veicular. O pedido deve ser feito pela internet. Para o governo, no dia 21 de junho acaba o prazo do contrato com a Controlar – a empresa, porém, pode entrar na Justiça contra o rompimento.

 

Avenida Faria Lima, na zona sul: dinheiro de obras transferido para restituição da taxa da inspeção veicular

Mais conteúdo sobre:

Haddadinspeção veicular