Passeios guiados por São Paulo. Um jeito barato de conhecer a cidade da melhor maneira, andando.
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Passeios guiados por São Paulo. Um jeito barato de conhecer a cidade da melhor maneira, andando.

Mauro Calliari

29 Julho 2016 | 14h14

Passeio guiado. Uma boa opção para conhecer a cidade. Foto: Turismo na História

Passeio guiado. Uma boa opção para conhecer a cidade. Foto: Turismo na História

Explorar a cidade é uma experiência que pode ser feita de várias maneiras, dependendo do seu humor.

Há momentos em que dá vontade de se aventurar sozinho, parando quando quiser, olhando as pessoas, as lojas e pensando na vida. Tem horas em que é bom convidar amigos e ir conversando enquanto exploram um lugar novo. E tem dias em que a gente quer mesmo é aprender, ouvir explicações de um bom guia e empacotar tudo com um roteiro original.

Já existem muitas opções boas para você escolher esse passeio, em todos os preços e temas.

  • Um grupo faz Caminhadas Noturnas há 10 anos todas as quintas, saindo do Teatro Municipal. Os participantes não pagam nada porque o passeio tem patrocinador. Cada passeio é temático e aborda algum aspecto histórico e cultural da cidade.

 

  • O blog Passeios Baratos em SP, da jornalista e blogueira Patricia Ribeiro também promove passeios pela cidade, divididos por temas, que podem ser culturais ou ecológicos. Um dos mais procurados é o de Casarões históricos de Campos Elíseos, que acontece dia 13 de agosto. Amanhã, dia 30 de julho, acontece o walking tour Igrejas do Centro Histórico.  Custa só R$ 30 e inclui guia. O ponto de encontro é no metrô Sé. Reservas por e-mail: contato@passeiosbaratosemsp.com.br

 

  • O historiador e autor de um livro recente sobre D.Pedro I, Paulo Rezzutti, criou o Turismo na História. Eles fazem roteiros super originais, como a história da prostituição em S.Paulo ou os passeios do poeta Álvares de Azevedo. Eu fiz esse passeio, guiado pela escritora Luciana Fátima e aprendi um montão de coisas sobre a história da cidade e ainda conheci gente legal e que gosta da cidade.

 

  • Para os visitantes, tem passeios em inglês e espanhol. O São Paulo Free Walking Tour, leva os gringos para passear por São Paulo e no final eles dão uma contribuição de quanto quiserem. São três trajetos: Avenida Paulista, centro e Vila Madalena. É só ver no site a programação e aparecer no ponto de encontro. Todos os roteiros são em inglês.  Para quem fala espanhol, a versão dublada é o Paseos a Pie.

 

  • O site Desbravadores de Sampa propõe aliar a corrida ao conhecimento, ou seja, são caminhadas/corridas para explorar São Paulo. Os desbravadores podem correr sozinhos ou em grupos e até em bicicleta. A  participação é gratuita.

 

  • Passado Paulistano  também organiza passeios a pé de forma espontânea, neste caso não tem nenhum guia, apenas as pessoas se reúnem num ponto de encontro e vão percorrer alguns pontos históricos a pé. O próximo será no dia 20 de agosto para o Museu da Imigração.

 

  • O menu de “Walking Tours” do OMSP – O melhor de Sampa  inclui também uns passeios mais descolados. São seis horas, normalmente, entre museus, bares, balada, do Baixo Augusta, Vila Madalena e Bixiga.

 

  • Já quem gosta de pedalar, existe o BiketourSP que tem sete roteiros por São Paulo, nem precisa ter bicicleta, eles cedem a bike, equipamento e um fone de ouvido com informações sobre os lugares.  O passeio é gratuito e as inscrições são pelo site.

 

Bom passeio!