As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Livro mostra São Paulo pela arquitetura

Pablo Pereira

20 Dezembro 2017 | 21h04

Acabei de ler um livro sobre a arquitetura de São Paulo. Chama-se “São Paulo nas alturas”, do jornalista Raul Juste Lores (Editora Três Estrelas). Para quem curte a cidade, é uma ótima pedida. Passeando no livro, aprende-se que vivendo aqui, muitas vezes, caminhamos por pisos e espaços pensados pelas principais cabeças da urbanização brasileira – e mundial. Há histórias de diversos figurões da área e representantes de movimentos estéticos e políticos como Walter Gropius e Oscar Niemeyer. Há Lina Bo Bardi, Franz Heep, Vilanova Artigas, Artacho Jurado e Rino Levi. Entre outros nomes relevantes da arquitetura modernista e das construções paulistanas. Há casos como o do primeiro prédio de quitinetes, além dos icônicos Louveira e Copan, do primeiro shopping center da cidade, das galerias de comércio – lá está a curiosíssima Galeria do Rock. Tudo isso contando como a grande metrópole se ergueu do chão no estouro imobiliário do pós-guerra. E aí aparece um viés que a mim me pareceu uma pérola: detalhes da vida de pessoas que foram expulsas da Europa convulsionada pelo nazismo e o facismo, perseguidos pelo ódio político e religioso, e que tiveram aqui terra fértil para viver e ajudar a construir (literalmente) São Paulo. Bela leitura.

.