As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Guerrilha paraguaia liberta refém Arlan Fick

Pablo Pereira

26 Dezembro 2014 | 11h24

Acabou o sequestro de Arlan Fick Bremm, 17, filho dos brasileiros Alcido e Melania Fick Bremm, capturado no dia 2 de abril pelos guerrilheiros do Exército do Povo Paraguaio (EPP). Arlan foi libertado na noite de ontem, 25, depois de 267 dias de cativeiro, na localidade de Nova Esperança, no departamento de Concepción. A família comemora no Facebook. Os guerrilheiros permanecem com o policial Edelio Morínigo, sequestrado em julho.

O leitor que quiser mais detalhes sobre a história de Arlan Fick, o garoto que passou 9 meses com a guerrilha do Paraguai, pode acessar, além dos links aí acima, do Estadão, também os seguintes, abaixo. A imprensa do Paraguai cobriu amplamente o drama dos Fick. Jornais como o ABC Color e o Últimahora, por exemplo, oferecem variedade de reportagens desde o primeiro dia do sequestro, em abril.

No site do Ministério do Interior do país também há vasto noticiário sobre as operações de combate ao EPP, a libertação de Arlan e a busca pelo suboficial (policial) Edelio Morínigo, que continua em poder dos sequestradores. Para quem gosta de vídeos, busque por EPP no publicados em TVs paraguaias. E vídeos independentes, postados diretamento no canal. Há lá diversos vídeos sobre a criação da guerrilha, comunicados, propaganda e também imagens dos sequestrados.

(texto atualizado às 21h55 de sábado, 27/12/2014)