As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Acusado de participar da morte de guarani Marco Veron se apresenta

Pablo Pereira

23 Janeiro 2015 | 19h06

Denunciado pelo Ministério Público Federal do Mato Grosso do Sul por participação na morte do índio guarani Marco Veron, em janeiro de 2003, Nivaldo Alves de Oliveira se apresentou à Justiça depois de 12 anos como foragido. Nota do MPF, distribuída na tarde desta sexta-feira, 23, informa que Oliveira tinha prisão preventiva decretada e prestou depoimento em Dourados antes de ser levado para a Polícia Federal. Veron, que à época tinha 73 anos, foi espancado e torturado antes de morrer.

Abaixo, informações do MPF com resumo do caso.

 

Mais conteúdo sobre:

guaraniVeron