Motoristas relatam caos em avenida  da zona sul
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Motoristas relatam caos em avenida da zona sul

Marcel Naves

29 Junho 2016 | 19h28

Nos horário de pico á Avenida Giovani Gronchi apresenta o trânsito ruim no sentido João Dias.

Nos horário de pico a Avenida Giovani Gronchi apresenta o trânsito ruim no sentido João Dias

A Avenida Giovani Gronchi, uma das mais importantes da zona sul de São Paulo, tem recebido inúmeras críticas, a começar pelo trânsito caótico, sobretudo nos horários de pico. A falta de conservação também está por praticamente toda a extensão da via, indo desde as calçadas quebradas até imensas crateras no asfalto. Há relatos ainda de constantes assaltos.

Para o executivo Paulo Matos, que trafega pela avenida em diversos horários, a falta de segurança pode ser notada principalmente no período da noite. Segundo ele, durante o dia a situação é tranquila. “O policiamento à noite praticamente inexiste. A gente tem de ficar atento. Eu particularmente evito circular por aqui a partir das sete horas da noite”, diz.

Os buracos na pista podem ser encontradas por toda Giovani Gronchi sendo mais presentes na faixa exclusiva de ônibus. Próximo ao cruzamento com a Avenida João Dias, na faixa da esquerda no sentido Morumbi, um grande buraco obriga a redução de velocidade. O local não está sinalizado.

Buraco no sentido Morumbi da Av. Giovani Gronchi pouco antes do cruzamento com a Av. João Dias.

Buraco no sentido Morumbi da Av. Giovani Gronchi pouco antes do cruzamento com a Av. João Dias

Toda esta situação somada à lentidão dos semáforos, que não raras as vezes deixam de funcionar, torna o trânsito caótico na região. Isto faz com que a circulação fique muito prejudicada, principalmente em horário de pico, com o excesso de veículos. Por volta das nove horas de quarta feira, nossa reportagem demorou cerca de 40 minutos para percorrer um trecho de pouco mais de 300 metros.

As calçadas também não apresentam boas condições, com desníveis e muito lixo jogado indevidamente em frente a terrenos e imóveis vazios.Uma situação que além de prejudicar a acessibilidade faz com que só pedestres em alguns trechos sejam obrigados a circular pelas ruas. Em um comunicado tanto a prefeitura quanto Policia Militar esclareceram :

Prefeitura

“A Subprefeitura Campo Limpo informa que fará vistoria na via citada nesta quinta-feira (29) e programar os reparos necessários. Sobre as calçadas, os proprietários serão notificados para regularizá-las no prazo determinado por lei. Em relação à limpeza, a via recebe serviço de varrição a cada três dias”.

Policia Militar

“A Polícia Militar nega qualquer tipo de privilégio no atendimento de ocorrências criminais. O patrulhamento ostensivo e preventivo em áreas comerciais e residenciais é o mesmo. Denúncias contra a conduta dos policiais podem ser feitas na Corregedoria da PM ou na Ouvidoria. O policiamento na região da av. Giovanni Gronchi é realizado constantemente, por meio do Radiopatrulhamento, de Força Tática, de Ronda Escolar, ROCAM (Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas) e Policiamento Comunitário. De janeiro a maio deste ano, 234 pessoas foram presas nas imediações da avenida, 22 armas de fogo foram apreendidas e 34 veículos foram recuperados pela PM.

Ouça aqui a reportagem.