Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

São Paulo

São Paulo » Moradores reclamam de falta de manutenção no Parque da Mooca

São Paulo

Moradores reclamam de falta de manutenção no Parque da Mooca
As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

São Paulo

MOTO Z PLAY

Moradores reclamam de falta de manutenção no Parque da Mooca

Árvore caiu sobre a grade de proteção dois anos atrás e até hoje não foi retirada

0

Marcel Naves

24 Fevereiro 2017 | 18h48

Uma das entradas interditadas do CDC Mooca. Marcel Naves/Estadão - Tirada com moto z play

Uma das entradas interditadas do CDC Mooca. Marcel Naves/Estadão – Tirada com moto z play + hasselblad true zoom

O CDC Parque da Mooca, na zona leste da cidade, novamente se torna alvo de queixas. Desta vez as reclamações se referem ao péssimo estado de conservação da área verde, considerada uma das mais importantes da região.  No ano passado, o local chegou a ser interditado por questões administrativas.

Na época, a prefeitura alegou que a diretoria do CDC estava com o mandato vencido. Também foi dito que a alteração estatutária não tinha sido efetuada. Como a regularização não foi providenciada, a única alternativa encontrada pela gestão municipal foi fechar o local.

Atualmente os problemas apontados dizem respeito à conservação e manutenção. As grades existentes estão enferrujadas, o mato está alto e parte dos bancos está quebrada.  Apesar do descaso, o espaço onde se localizam as quadras poliesportivas, que são locadas, não apresenta qualquer irregularidade.

Os moradores reclamam ainda da quantidade de bichos abandonados no local. Em uma rápida circulada, nossa reportagem constatou que diversos gatos vivem por ali. A quantidade de pragas como ratos, baratas, pernilongos e aranhas também preocupa. “A quantidade de aranhas que entram em casa é absurda, e isto sem falar nos outros bichos”, afirma o publicitário Fábio Hansen.

Na Rua Manuel Vieira de Souza, há cerca de dois anos, uma árvore caiu sobre a grade de proteção, e até hoje não foi retirada. Há dois carros abandonados. Esquecidos há meses, eles servem de abrigo para o consumo de drogas.

Mesmo tendo caído há dois anos, árvore ainda não foi retirada. Marcel Naves/Estadão - Tirada com moto z play + hasselblad true zoom

Mesmo tendo caído há dois anos, árvore ainda não foi retirada. Marcel Naves/Estadão – Tirada com moto z play + hasselblad true zoom

Em nota, a Prefeitura esclarece que os Clubes da Comunidade (CDCs) possuem uma gestão própria feita por entidades da comunidade local.  Quanto às irregularidades apontadas, a atual administração do parque será notificada.

Acompanhe abaixo a íntegra da nota emitida:

“Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação informa que o CDC Mooca recebe limpeza constante, mas uma vistoria será realizada no local e, se necessário,  o gestor do espaço será notificado.

A Coordenadoria Regional de Saúde inspeciona o local periodicamente e a equipe de zeladoria é orientada quanto à remoção de materiais que possam acumular água. É importante ressaltar que, atualmente, não há notificações de casos de arboviroses (causadores de dengue e febre amarela) no entorno do parque ou chamados em aberto. 

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) realiza ações de castração de animais e aqueles que representam algum tipo de risco à saúde da população são recolhidos.

Os veículos abandonados serão vistoriados. Mas para que estes sejam removidos, a Prefeitura Regional precisa seguir uma série de procedimentos legais e administrativos, no sentido de verificar pendências e ocorrências a ele relacionadas junto aos órgãos de trânsito, polícia e justiça. As árvores do Juventus já estão com laudo e autorização de poda/remoção. Cabe ao proprietário do espaço providenciar o andamento deste serviço.

Informações complementares:

Os Clubes da Comunidade (CDCs) têm um sistema próprio de gestão. São unidades esportivas em terrenos municipais, mas a administração é indireta. A gestão do espaço é feita por entidades da comunidade local com vocação no trabalho esportivo, legalmente constituídos em forma de associação comunitária ou e eleitos pela própria população do bairro”.

 

 

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentarios