Moradores em situação de rua e lojistas reclamam de Albergue
As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moradores em situação de rua e lojistas reclamam de Albergue

Marcel Naves

03 Março 2017 | 13h08

Albergue do Complexo Boracéia. Foto:Marcel Naves - Tirada com moto z play + hasselblad true zoom

Albergue do Complexo Boracéia. Foto: Marcel Naves/Estadão – Tirada com moto z play + hasselblad true zoom

Na Barra Funda, moradores em situação de rua e proprietários de imóveis reclamam do Complexo Boracéia. O espaço localizado na Rua Norma Pieruccini Giannotti, 77 oferece abrigo especial para idosos, albergue, lavanderia e até um centro esportivo com piscinas.

Os comerciantes afirmam que, após a implantação do centro foram vários os problemas que começaram a surgir. Um lojista, que não quis se identificar, disse que a situação é de total descaso. “Eles usam as calçadas como banheiro, consomem drogas, brigam, sujam tudi e ninguém faz nada”, afirma.

E nem mesmo os frequentadores do espaço se mostram satisfeitos. A principal reclamação diz respeito às refeições. O desempregado Silvio Jose relata que a comida é mal preparada. “A qualidade é pouca pelo número de pessoas que existem, e muitas vezes é servida quase crua”, afirma.

Calçadas do entorno do Albergue Boracéia estão sem manutenção. Foto:Marcel Naves - Tirada com moto z play + hasselblad true zoom

Calçadas do entorno do Albergue Boracéia estão sem manutenção. Foto:Marcel Naves – Tirada com moto z play + hasselblad true zoom

No entorno do Complexo os problemas também estão presentes. Há pontos de descarte de entulho, com colchões e móveis. As calçadas estão esburacadas e com desníveis acentuados. Em determinados trechos à circulação de cadeirantes ou idosos é praticamente impossível.

Em um comunicado, a Secretária de Assistência e Desenvolvimento Social, Soninha Francine afirmou que o atendimento dado aos moradores em situação de rua é algo complexo. Ainda de acordo com a nota, apesar das dificuldades, toda denúncia feita será devidamente apurada, e que melhorias na atual estrutura de albergues serão feitas pela atual gestão.

Confira abaixo a integra da nota emitida pela Secretaria de Assistência Social.

Segue posicionamento da secretária Soninha Francine:

“É um desafio permanente lidar com um equipamento que atende mais de mil pessoas todos os dias, mais ainda por se tratar de uma população com tamanha complexidade. É nosso dever supervisionar os serviços e verificar todas as queixas e denúncias, e assim o faremos. Nesta gestão vamos reconfigurar os albergues, melhorando a estrutura física, o atendimento e a oferta de atividades de capacitação, no modelo que chamamos de “Espaço Vida”, e adotar cada vez mais o modelo de Repúblicas em substituição a  esses albergues gigantes.”

 

0 Comentários