Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

São Paulo

São Paulo » Moradores da Luz reclamam da construção de igreja

São Paulo

Moradores da Luz reclamam da construção de igreja
As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

São Paulo

MOTO Z PLAY

Moradores da Luz reclamam da construção de igreja

0

Marcel Naves

21 Fevereiro 2017 | 19h43

Obras para construção do Templo da Graça. Foto Marcel Naves/Tirada com Moto Z Play + Hasselblad True Zoom

Obras para construção do Templo da Graça. Foto Marcel Naves/Tirada com Moto Z Play + Hasselblad True Zoom

A construção de um mega templo no bairro da luz, na região central da capital paulista, tem sido alvo de muitas reclamações. O empreendimento, que pertence a Igreja Internacional da Graça de Deus terá 60 mil m² de área construída, com direito a heliponto e anfiteatro.

Mas o tráfego intenso de caminhões tem provocado uma série de transtornos aos moradores do entorno. Para Maria Fernanda, que reside na Rua Guaporé, a questão está na falta de equipamentos apropriados dos caminhões. “Quando as carretas passam por aqui deixam um rastro de sujeira, pois não possuem qualquer tipo de proteção adequada”, afirma.

Além da poeira, as reclamações também dizem respeito ao péssimo estado de conservação do asfalto. Com o tráfego intenso de basculantes e betoneiras, verdadeiras crateras se formaram na Rua Guaporé. O barulho constante também tem sido alvo de muitas queixas.

Rua danificada com a passagem intensa de caminhões. Foto Créd.: Marcel Naves/Tirada com Moto Z Play + Hasselblad True Zoom

Rua danificada com a passagem intensa de caminhões. Foto Marcel Naves/Tirada com Moto Z Play + Hasselblad True Zoom

Representantes da Rogui Engenharia, construtora responsável pela obra afirmaram que diversas ações são feitas para que o transtorno causado seja o menor possível. Entre as ações citadas está a de molhar o canteiro de obras constantemente, além de lavar as ruas próximas ao menos uma vez por dia.

Em nota, a Prefeitura de São Paulo destacou que não existe qualquer irregularidade quanto à documentação do empreendimento. Mesmo assim, uma nova fiscalização será feita. Ainda de acordo com o comunicado, se for constatado que os problemas foram causados em virtude da obra, a empresa responsável será notificada.

Abaixo segue a íntegra do comunicado emitido pela prefeitura:

“A Prefeitura Regional Sé esclarece que a obra localizada na rua Guaporé possui alvará de execução, porém, será feita uma fiscalização no local para verificar se há irregularidades. Com relação aos buracos na via, constatados que os danos foram causados pela obra. A empresa responsável será notificada”.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentarios