Infestação de escorpiões e aranhas preocupa moradores da zona oeste
As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Infestação de escorpiões e aranhas preocupa moradores da zona oeste

Margens de riacho estão com mato alto, lixo e vários pontos de descarte irregular de entulho

Marcel Naves

06 Março 2017 | 18h59

A moradora Cristilei Lima da Silva com potes com escorpiões capturados na porta de sua casa. Foto: Marcel Naves/Estadão - Tirada com Moto Z Play + hasselblad true zoom

A moradora Cristilei Lima da Silva com potes com escorpiões capturados na porta de sua casa. Foto: Marcel Naves/Estadão – Tirada com Moto Z Play + hasselblad true zoom

Os moradores da Av. Gethsemani, na Vila Sonia, não sabem mais o que fazer diante da quantidade de escorpiões e aranhas existentes. O principal foco de proliferação dos animais está em um córrego que corta na região.


As margens do riacho estão com mato alto, lixo e vários pontos de descarte irregular de entulho. Uma situação que faz com que os próprios moradores façam a limpeza. Mesmo assim o perigo tem sido constante.

Um garoto de 13 anos, que mora na região, relata que foi picado por um escorpião enquanto caminhava na rua. “Eu estava andando aí senti uma fisgadinha e cocei mas logo depois eu já não conseguia andar. No hospital, a médica me disse que tinha sido um escorpião”, afirmou.

O mato alta da Av, Gethsemani de onnde saem escorpiões e aranhas. Foto: Marcel Naves/Estadão - Tirada com Moto Z Play + hasselblad true zoom

O mato alto da Av. Gethsemani de onde saem escorpiões e aranhas. Foto: Marcel Naves/Estadão – Tirada com Moto Z Play + hasselblad true zoom

A moradora Cristilei Lima da Silva diz que só percebeu o problema quando solicitou para que limpassem o terreno. De acordo com ela, ao pedir que um vizinho limpasse a área, os bichos começaram a surgir. O aposentado Francisco Cutelo, que realizou a manutenção, confirma que a iniciativa só revelou aquilo que todos sabiam. “O lixo estava acumulando, então bastou remexer para ver escorpião para todo lado”, afirma.

Em nota, a prefeitura informou que vistoriou o local recentemente mas que nenhuma irregularidade foi encontrada. A atual gestão destacou ainda que agendou para a próxima segunda-feira a limpeza da avenida e uma nova vistoria.

Acompanhe abaixo a íntegra da nota emitida pela prefeitura:

“A Secretaria Municipal de Saúde informa que a Vigilância Ambiental do Butantã esteve na Av. Gethsemani no dia 14 de fevereiro para ações de monitoramento do Culex (pernilongo). Uma nova vistoria foi realizada na última quinta-feira (02/03) em atendimento a SAC sobre escorpiões. Em ambas as ações, foram vistoriados bueiros, vielas e alguns pontos das margens do córrego, mas não foram encontrados escorpiões ou aranhas.

 A Prefeitura Regional Butantã agendou limpeza da avenida para a próxima segunda-feira (13). Em seguida, a Vigilância Ambiental fará nova vistoria na via ”.

 

0 Comentários